Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com.br Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
DECISÕES FUNDAMENTAIS – TRATAMENTO IMEDIATO A noticia correu rápido pelo País - O soldado Wesley Soares foi morto por agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) após 3h30 de negociações sem sucesso. Pouco antes de ser atingido, ele disparou com um fuzil pelo menos dez vezes contra agentes que cercavam a área do Farol da Barra, em Salvador. De acordo com as informações o policial era contra o cumprimento de medidas adotadas pelo Governo Estadual para fazer cumprir ordens de fechamento e apreensão de mercadorias de ambulantes e comerciantes durante a pandemia. Achava injusto “ter que prender trabalhador” e por esta razão teve um surto psicótico e foi abatido. Em que pese toda a ação da Policia pelo Batalhão de Operações Especiais BOPE, há quem diga que a morte do policial poderia ter sido evitada com outra estratégia da Policia preservando a vida do Militar. Algumas ações administrativas têm sido evidenciadas por decisões apressadas e equivocadas demonstrando desespero e despreparo em face das dificuldades com o oficio. O governo do Estado de São Paulo autorizou a volta das aulas presenciais com algumas restrições, porém não garantiu ainda a imunização da população, e nem mesmo dos professores o que traz insegurança e perigo, mesmo porque as mortes decorrentes da pandemia aumentam a cada dia.  Na cidade de Curitiba PR o governador enviou projeto para a Câmara com o objetivo de aplicar multas que variam de R$150,00 a R$550,00 para pessoas que efetuarem a entrega de alimentos a pessoas necessitadas sob a alegação de que a coordenação deste movimento deve ser do Estado para ter dia hora e local para a distribuição. Ao que parece cada um está fazendo o que bem entende sobre a condição que deve ser realizada em seu Estado não havendo unidade de esforços acabando por causar prejuízo ao maior patrimônio que as pessoas tem, sua própria vida. No Poder Legislativo Federal, especificamente no Senado, o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) entregou ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o abaixo-assinado com quase de 3 milhões de assinaturas pelo pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, bem como foi sancionada a autorização para que a iniciativa privada possa adquirir vacina extensiva a Governadores e Prefeituras. Aguarda-se que tais ações sejam concluídas com sucesso. Entretanto, o Senado Federal está repleto de investigados e com ações no STF o que poderá atrapalhar, assim como em outras tentativas que o impeachment aconteça. A busca pela melhor ação nos Estados e Municípios, seja pelas restrições pequenas ou grandes, seja pela corrida a imunização de sua população esbarra na falta de dinheiro. Não se afasta a afirmativa de que milhões de reais foram destinados a Estados e Municípios. Muitos Governadores e Prefeitos venderam a alma ao diabo e certamente pagarão aqui ou no inferno por suas ações deploráveis.  Mas a questão é: - Como Jaboticabal está enfrentando a Pandemia que assola o município? Registrou-se nesta data 4.150 casos confirmados (01/04) com a cifra de 136 óbitos. Apenas nos últimos dois dias 06(seis) pessoas faleceram em decorrência da doença. Dentre as ações que estão sendo divulgadas pela administração Pública é o chamamento da Sociedade Civil organizada para ajudar e contribuir com materiais e dinheiro, o que tem sobrecarregado sobremaneira estes clubes de serviços tendo em vista que já possuem suas responsabilidades sociais com parcela da população. Em torno das discussões entre a população, surge questionamentos sobre a verba que foi direcionada para o município pelo Governo Federal, cerca de 9 milhões de reais para o combate do COVID 19. Impossível que toda esta verba tenha sido utilizada a partir de sua disponibilização. Há grande discussão sobre o atendimento no Centro de Atendimento ao Covid-19 - CAC e na Unidade de Pronto Atendimento UPA. O CAC hoje instalado no centro de convivência da Terceira Idade não disponibiliza o atendimento 24 horas, e pode ser em virtude de problemas com a contratação e prestação de serviços de profissionais da saúde. A falta de atendimento 24 horas faz com que as pessoas que procuram pelo atendimento médico sejam atendidas na UPA e acabam expondo a risco pacientes comuns. A internação de pacientes nas unidades dos SUS está sobrecarregada faltando agora além do dinheiro buscado, também o espaço. Não se verifica a vontade da administração pública na avaliação do tratamento imediato (O projeto do tratamento imediato já foi apresentado à Prefeitura) com o monitoramento das pessoas suspeitas e/ou infectadas, o que poderia evitar a evolução da doença ou evitar que os doentes cheguem nos graus severos, não restando alternativa a não ser a intubação. O tratamento imediato não se trata de fornecimento de kit de remédios (Kit Covid como é conhecido popularmente) mas através de avaliação médica administrar medicação especifica para aquela fase da doença e por meio de monitoramento a cada 02(dois) dias acompanhar o paciente e a evolução do tratamento. Tais ações podem amenizar os sintomas e evitar a evolução para a internação, o que sobrecarrega o sistema de saúde. As reavaliações sobre os protocolos de atendimentos no CAC devem ser revistos com frequência para melhor análise das ações implantadas, o que permite fornecimento de dados de forma rápida e decisões eficientes e eficazes, para corrigir e aperfeiçoar o que deve ser feito.   O poder Legislativo Municipal tem a responsabilidade, além de fiscalizar os contratos da prefeitura, buscar através de suas articulações politicas, emendas parlamentares e ajuda dos Deputados de suas bases Estaduais, e Federais bem como junto ao Governo Federal. O apontamento do que deve ser feito é importante, porém, deve seguir com ações eficazes para ajudar a corrigir o que evidentemente está faltando. Todas as ações são bem vindas mas torna-se pouco producente percorrer 580 km em um único dia visitando 5 (Cinco) cidades, universidades e fundações aletoriamente a procura de médicos disponíveis para trabalhar em Jaboticabal. Embora todos os esforços sejam bem vindos seria de bom alvitre a Administração Pública buscar estes recursos por outros meios disponíveis como maior velocidade de resposta (Vídeo chamadas, Telefonema, e-mail, watsap etc..).    
FALANDO SÉRIO
João Martins Neto *
*Dr João Martins Neto é Advogado em Jaboticabal SP
facebook do autor EBC e internet diominio publico e jornal cidades
*Dr João Martins Neto é Advogado em Jaboticabal SP