Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com.br Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
QUEM NÃO CUIDAR DA SAÚDE VAI TER QUE CUIDAR DA DOENÇA. Enquanto a caravana da pandemia passa entre nós, acompanhamos sem muitas surpresas o que aconteceu no planalto Central, especificamente no STF, o julgamento pela 2ª Turma do STF do recurso de embargos declaratórios da suspeição do juiz Sergio Moro. Em meio ao destempero do Ministro Gilmar Mendes, acompanhamos a mudança de voto; já esperado da Ministra Carmen Lucia, que demonstrou em sua face, a pálida comprovação de que não deteve o livre convencimento para manter o seu voto proferido em Setembro de 2020. Logo após, o Brasil acompanhou atônito um “Ministro chorão” tecendo comentários graciosos ao advogado de defesa do ex ladrão em rede nacional jamais vistos por operadores do direito. Se estivermos vivendo uma pandemia na saúde, vivemos também um pandemônio perpetrado por alguns juízes que se acham juízes que; aliás, nunca foram.  O reflexo disso será visto na esteira dos inúmeros recursos que serão propostos na mesma linha, trazendo a ridicularização do poder judiciário e a angustia de milhões de brasileiros em ver a corrupção tomar forma. A forma é poderosa. Ela está instalada no coração e na alma dos julgadores que detém a responsabilidade de guardar a Constituição Federal. Apenas ventilando estas notícias, já se ouve murmúrios, até então adormecidos de sangue sugas liderados por extremistas, querendo ressuscitar as tentativas de desestabilizar a ordem pública com ameaças de invasões e bagunças de que são titulares, como ocorreu no ultimo dia 24 na BR155, em que manifestantes do movimento dos sem terra (MST) tentaram bloquear a rodovia, impedindo e atrasando a circulação de Caminhoneiros, mas foram desbaratados pela polícia. Teremos um longo tempo de convalescência. A abstinência de poder tem acometido os velhos políticos, a massa de manobra e suas ações que até ha poucos anos eram diários e foram desarticulados pelo corte de verbas do Governo Federal querem ressurgir legando a balbúrdia celebrada pela imprensa parcial. Em meio a insegurança jurídica que se instala no Brasil, a área de saúde se movimenta correndo contra o tempo. O ministro da Saúde o médico Marcelo Queiroga se comprometeu após a oficialização de sua nomeação na ultima quarta-feira, 24, a aceleração da vacinação e aumentar em pelo menos 3(três) vezes o número de pessoas vacinadas contra o COVID 19, e disse que será realizado em tempo reduzido. O Ministério da Saúde tem demonstrado que tem condições de vacinar muitas pessoas, mas é necessário ter as vacinas. Um dado importante é que até o momento de acordo com o Ministro, estão sendo vacinadas 300.000 pessoas todos os dias no Brasil, e o governo assumiu o compromisso de que, em curto prazo, vai aumentar em pelo menos três vezes essa velocidade, para 1 milhão de vacinas todo dia. Para o Novo Ministro da Saúde é uma meta plausível e será alcançada. Em Jaboticabal de acordo com os boletins informativos por volta de 10% da população já recebeu a vacina. A imunização da nossa população contra o novo corona vírus nesta quinta-feira, dia 25 de março foi de 1.280 doses da Coronavac seguindo o cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde que atende protocolos do Ministério da Saúde. Atualmente foram registrados 3.865 casos confirmados nesta quinta feira (25) mas continuamos em não saber o número de pessoas que foram recuperadas. Não se sabe até a presente data, as razões pelas quais não é divulgado o número de pessoas que foram contaminadas e se livraram da doença. Infelizmente a divulgação abrange apenas as pessoas que morreram (117 óbitos). Acreditamos que a informação sobre o número de pessoas recuperadas pode trazer alento e esperança ao nosso povo. Muitos estão sendo vitimas por duas vezes, antes pela doença, agora acometidos de outros problemas como depressão, desemprego, violência e abusos ocasionando problemas de difícil controle, combate e reparação.  No contexto da pandemia de covid-19, os atendimentos da Polícia Militar a mulheres vítimas de violência aumentaram 44,9% no estado de São Paulo. Em relatório divulgado em meados do ano de 2020, o   (FBSP) Fórum Brasileiro de Segurança Pública, informou que o total de socorros passou de 6.775 para 9.817, na comparação ao ano de 2019 e a tendência é aumentar este percentual no ano de 2021. A quantidade de feminicídios também subiu no estado, de 13 para 19 casos (46,2%). Agência Brasil. A administração pública municipal pode ajudar com a elaboração de campanhas publicitárias através de informes, cartazes e panfletos contendo orientações de segurança para mulheres e informações, para estimular vizinhos das vítimas a prestar queixa das agressões. A sugestão é que, além de disponibilizar o material na página oficial da Prefeitura, poderá fomentar com mais veemência as campanhas de prevenção e utilização de mascarás pela população em parceria com a iniciativa privada. A revisão constante nos protocolos estabelecidos para o atendimento ao público deve ser revisto todas as semanas para garantir a eficiência e eficácia do atendimento da população por parte da administração pública. A separação dos atendimentos realizados na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) é necessário. É prudente que os pacientes que aguardam atendimento, não fiquem no mesmo espaço de espera com pessoas que serão atendidas e suspeitas de COVID-19.  O povo por sua vez, deve respeitar as normas sanitárias de higiene, distanciamento social e a utilização da máscara. Aquele que não tem tempo para cuidar da saúde vai ter que arrumar tempo para cuidar da doença. A retórica é válida para todos.
FALANDO SÉRIO
João Martins Neto *
* Dr João Martins Neto é Advogado em Jaboticabal SP
facebook do autor EBC e internet diominio publico
*Dr João Martins Neto é Advogado em Jaboticabal SP